Connect with us

Notícias gospel

“Haverá uma Nova Ordem Mundial e nós temos que liderá-la”, diz presidente dos EUA

Publicado

em

O presidente Joe Biden, dos Estados Unidos, fez um discurso na segunda-feira (21) antes da reunião trimestral do CEO da Business Roundtable, onde finalizou citando que haverá “uma Nova Ordem Mundial” no planeta, a qual deverá ser liderada pelos americanos. A declaração passou a ser alvo de especulações nas mídias sociais.

Isso porque, a concepção de Nova Ordem Mundial, também conhecida pela sigla NOM, existe há décadas e faz parte de teorias que misturam escatologia cristã com geopolítica.

A crença básica sobre a NOM é de que existiria no mundo algumas organizações poderosas, chefiadas por uma pequena elite global, a qual estaria atuando nos bastidores para a implementação de um governo único em escala mundial, e de viés progressista.

A Nova Ordem Mundial, portanto, segundo algumas versões, seria um cenário de controle exercido por essa elite, onde o poder governamental seria executado a partir de um comando centralizado, de modo que os países, muito embora cada qual com os seus respectivos líderes, passariam a responder e a depender dessa liderança globalizada. A ONU, por exemplo, seria um dos braços desse poder.

Os cristãos associam este cenário ao surgimento do anticristo, uma figura citada pela Bíblia que, segundo um grande número de especialistas em profecias bíblicas, se levantará na última e grande batalha contra Israel, juntamente com outras potências globais, até ser sumariamente derrotado pelo próprio Jesus Cristo em sua segunda vinda à Terra.

Teorias à parte, Biden falou em seu discurso sobre o contexto de crise global em decorrência da guerra na Ucrânia. “Acho que isso nos apresenta algumas oportunidades significativas para fazer algumas mudanças reais. Você sabe, estamos em um ponto de inflexão, acredito, na economia mundial”, disse ele, lembrando curiosamente que isso “ocorre a cada três ou quatro gerações.”

“Como um dos principais militares me disse em uma reunião segura outro dia, 60 milhões de pessoas morreram entre 1900 e 1946. E desde então, estabelecemos uma ordem mundial liberal, e isso não aconteceu [milhões de mortes]. [Porém, isso] aconteceu durante um longo tempo. Muita gente morrendo, mas nem perto do caos [das mortes no início do século XX]”, observou o presidente.

“E agora é um momento em que as coisas estão mudando. Nós vamos – haverá uma nova ordem mundial lá fora, e nós temos que liderá-la. E temos que unir o resto do mundo livre para isso”, concluiu Joe Biden, segundo informações oficiais da Casa Branca.

close

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.