Connect with us

Notícias gospel

Mulher grava vídeo antes de matar o filho de 1 ano: “Deus não vai me perdoar”

Publicado

em

Um crime bárbaro ocorreu no distrito de Cocão, zona rural de Wenceslau Guimarães, no baixo sul da Bahia. Uma mulher resolveu tirar a vida do próprio filho de apenas 1 ano e 4 meses, que morreu asfixiado por ela. Antes, porém, ela fez uma gravação destinada para o marido e pai da criança.

“Meu amor, só gravei este vídeo para você ver seu filho, porque são nossas últimas imagens. Gostaria que você soubesse que eu te amei muito, te amo muito, e que a gente foi muito feliz”, diz a mulher na gravação, destacando elogios ao marido, mas sem detalhar o motivo do crime.

“Eu fui muito feliz nesses quatro anos de casada com você. Você é uma ótima pessoa. Um marido melhor Deus não poderia me dar. Me perdoe por isso”, disse ela. Na sequência, a mãe da criança deu a entender que cometeu erros e que, por isso, decidiu tirar a própria vida.

Pelas palavras usadas pela mulher, ela parece ter sido uma pessoa que conhecia um pouco da doutrina cristã, pois disse que não seria perdoada por Deus por causa do crime feito conscientemente e aparentemente sem arrependimento. Quanto à criança, contudo, ela disse que iria para “a glória”.

“Eu falhei como esposa, falhei como mãe. Mas eu vou ter que levar Jessé também, para você seguir sua vida. Vai ser difícil, mas pode seguir sua vida, tá bem?”, disse ela ao marido, pouco antes de assassinar o filho.

“Em breve você vai se encontrar com Jessé, na glória. Mas, para mim, eu acho que Deus não vai me perdoar pelo que eu fiz. Tchau, adeus. Dá tchau ao papai”, completou a mulher. Após matar a criança, a mulher também cometeu suicídio.

A Polícia Militar foi chamada ao local, onde encontrou o corpo da mãe e do filho. A Polícia Civil está investigando o caso e o marido até o momento não se pronunciou, segundo informações da 96FM.

close

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.